NOTÍCIAS

05
FEV

Como é feito o tratamento com Hormônio do Crescimento (GH)

Publicado 05/02/18

O tratamento com hormônio do crescimento, também conhecido pela sigla GH, é indicado para meninos e meninas que têm deficiência deste hormônio, o que causa atraso no crescimento. O hormônio do crescimento já está, normalmente, presente naturalmente no organismo das pessoas, sendo produzido no cérebro pela glândula hipófise, localizada na base do crânio, e é essencial para o crescimento da criança, para que esta atinja a estatura habitual de um adulto. 

Este tratamento é indicado pelo endocrinologista, feito com injeções diárias pelo tempo determinado pelo médico, para que a ação do hormônio restabelecer o crescimento e a capacidade física da criança, até que seu corpo atinja a maturidade óssea.

Quando é indicado

O tratamento com hormônio do crescimento é indicado nos casos em que o pediatra detecta que a criança não tem um crescimento adequado e está abaixo do considerado normal, devido à produção deficiente do hormônio. Por este motivo, toda criança, desde o nascimento, deve ser medida e pesada pelo menos uma vez por ano, de forma que o médico consiga acompanhar o seu crescimento. 

A causa deficiência do hormônio do crescimento nem sempre pode ser esclarecida, entretanto, pode acontecer nas seguintes situações:

• Alterações genéticas;
• Pancadas na cabeça;
• Infecções ou inflamações grave;
• Tumor cerebral;
• Certos tratamentos como radioterapia ou quimioterapia.

Esta situação costuma provocar os primeiros sinais a partir dos dois anos de idade, causando um desenvolvimento inadequado na infância e adolescência, podendo se observar que a criança é sempre a menor da turma ou demora para trocar as roupas e sapatos, por exemplo. 

Como é o tratamento

O tratamento com hormônio do crescimento é indicado pelo endocrinologista, sendo um medicamento comprado apenas com receita médica. 

O tratamento costuma ser feito até que o adolescente atinja a maturidade óssea, que é quando as cartilagens dos ossos longos se fecham, pois quando isto acontece já não há mais possibilidade de crescer, mesmo tomando o GH.

Possíveis efeitos colaterais

Quando bem indicado pelo médico, o hormônio do crescimento costuma ser bem tolerado e raramente causa efeitos colaterais. Alguns que podem surgir são reações no local da aplicação e, muito raramente, uma síndrome de hipertensão intracraniana, que cursa com dor de cabeça, alterações visuais, vômitos e alterações do movimento. 

Quem não deve utilizar

O GH não deve ser utilizado em pessoas portadoras de tumores malignos ou cerebrais, diabetes descompensado, que estão gravemente adoentadas ou que passaram por uma grande cirurgia.

Fonte: https://www.tuasaude.com/tratamento-com-hormonio-do-crescimento/


- Compartilhar!
Ver todas
Doenças Hormonais e Metabolismo
Obesidade - Crescimento - Diabetes
Tireóide - Testes Hormonais
Facebook
Av Rio Branco, 4332 - 87501-130 - Umuarama/PR - (44) 3622-6393