NOTÍCIAS

15
JAN

Como chegar em forma na virada do ano 2019

Perder as gordurinhas extras até o ano novo? Veja o que os especialistas indicam para quem deseja terminar 2018 com saúde e em formaComecemos pelo básico: alimentar-se de forma saudável e praticar exercícios. Esses são os caminhos certeiros para emagrecer e manter-se bem. “É preciso diminuir a ingestão de calorias, ter o balanço energético negativo”, lembra a endocrinologista Maria Edna de Melo, presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso). “Na nossa sociedade, a obesidade se instala na fragilidade da nossa biologia”, comenta a médica. Ou seja, ainda nascemos programados para gastar energia na caça ao alimento, mas, na prática, encontramos comida calórica e palatável com grande facilidade.Alimentação“Faça... Leia Mais



Fonte: https://veja.abril.com.br/saude/como-chegar-em-forma-na-virada-do-ano-2019-sim-da-tempo/
08
JAN

Mau funcionamento da tireoide interfere no peso e altura das crianças

Localizada na base do pescoço, essa glândula em forma de borboleta produz hormônios (o T3 e o T4) que atuam por todo o corpo, ajudando a regular funções de órgãos vitais, como coração, cérebro, fígado e rins. Ela influencia tanto o crescimento e o desenvolvimento da criança como os ciclos menstruais, o peso e até o humor. Quais os principais problemas relacionados à glândula?A qualquer idade, a tireoide pode ficar menos ou mais eficiente na produção de hormônios – respectivamente, o hipotireoidismo e o hipertireoidismo. Nas crianças, o mais comum é o hipotireoidismo, e especialmente o congênito (de nascença), que afeta um a cada 4 mil nascimentos. Ele pode ser consequência de ausência de... Leia Mais



Fonte: http://revistacrescer.globo.com/Criancas/Saude/noticia/2017/11/tireoide-conheca-sintomas-e
02
JAN

Lentilha baixa o colesterol e afasta o diabetes

A leguminosa é rica em fibras, proteínas e antioxidantes, um combo poderoso para a saúdeSorte de quem inclui a lentilha no dia a dia e não apenas nas celebrações da passagem de ano. A escolhida como símbolo da fartura na festa de Réveillon ostenta vantagens ao corpo. Embora aqui no Brasil ela não esteja no cotidiano, na Europa e na Ásia — sua terra natal, diga-se — marca presença nas mais variadas preparações, sendo uma das principais fontes proteicas em locais onde o vegetarianismo sobressai, caso da Índia.Também oferece minerais como o ferro, o magnésio e o fósforo, trio que dá um chega pra lá no cansaço. Uma de suas maiores riquezas, no entanto, é mesmo a quantidade de fibras. Leia Mais



Fonte: https://saude.abril.com.br/alimentacao/lentilha-baixa-o-colesterol-e-afasta-o-diabetes/
26
DEZ

Menos sal nas receitas de fim de ano, por favor!

Os preparos do fim de ano não precisam de muito sal para ficarem gostosos. Pelo contrário! Veja como maneirar no sódio nessa época, quando é comum exagerarSe no resto do ano o brasileiro já extrapola em mais de duas vezes a recomendação de não ingerir mais de 5 gramas de sal por dia, imagine em dezembro, o mês da comilança. Mas aqui vem uma ótima notícia: dá para caprichar nas receitas de Natal e Ano Novo e ainda assim reduzir o consumo desse ingrediente associado à hipertensão.Para ajudar nessa tarefa três nutricionistas ouvidas pela Revista Saúde da Editora Abril ensinam cinco truques culinários simples para temperar os pratos típicos das festas com muito sabor (e pouco sódio). Confira abaixo:1 - Condimentos destacam os pratos principaisBeatriz Tenuta Martins,... Leia Mais



Fonte: https://saude.abril.com.br/alimentacao/menos-sal-nas-receitas-de-natal-e-ano-novo-por-favo
19
DEZ

Bebidas alcoólicas e diabetes

As festas de final de ano estão chegando e, para alguns, a oportunidade de consumo de álcool aumenta. Mas afinal, pessoas que têm diabetes podem ingerir bebidas alcoólicas? Na maioria das vezes a resposta é sim, mas sempre com cuidado. Na prática, o álcool sempre diminui a glicose no sangue por diminuir a produção de glicose pelo fígado. Alguns poderiam pensar que então até seria bom consumi-lo para manter o diabetes controlado, mas isso não é verdade.A redução da glicose causada pelo álcool não é previsível e geralmente ocorre de forma inesperada, aumentando o risco de hipoglicemia. Além disso, o álcool potencializa alguns medicamentos usados para tratar o diabetes, como as sulfonilureias (glibenclamida, gliclazida,... Leia Mais



Fonte: http://blogdasbemrs.blogspot.com.br/
12
DEZ

8 coisas para fazer antes de subir na balança

Para perder peso, não basta exercitar o corpo e mudar a alimentação. Antes é preciso se preparar psicologicamente e estipular metas. Saiba o que fazer.Vá ao médicoSe você nunca teve o hábito de se exercitar e jamais mudou seus hábitos alimentares, é fundamental começar fazendo um diagnóstico completo de sua saúde. Explique seus objetivos para um clínico geral. Ele vai saber quais exames pedir e, se necessário, encaminhar para algum especialista complementar.Defina objetivosSabendo qual é a situação da sua saúde, é hora de definir: qual sua meta? Reduzir o colesterol? Combater um risco de diabetes? Melhorar o desempenho do sistema circulatório? Ou apenas mudar hábitos para se sentir mais disposto? A partir do momento em que você tomar sua decisão, um nutricionista... Leia Mais



Fonte: https://saude.abril.com.br/fitness/8-coisas-para-fazer-antes-de-subir-na-balanca/
Doenças Hormonais e Metabolismo
Obesidade - Crescimento - Diabetes
Tireóide - Testes Hormonais
Facebook
Av Rio Branco, 4332 - 87501-130 - Umuarama/PR - (44) 3622-6393