NOTÍCIAS

10
DEZ

T3 e T4: o que fazem os hormônios da tireoide

Veja como o excesso ou a falta dessas substâncias - o hiper ou o hipotireoidismo - provoca uma pane geral que abre as portas para doençasA triiodotironina, o famoso T3 e a tiroxina, como também é conhecido o T4, são hormônios da tireoide, que agem praticamente em tudo quanto é canto.Veja por que o excesso ou a falta deles provoca uma pane geral:1. IntestinoEm níveis normais: reforçam a ação das catecolaminas, que podem interferir no funcionamento do intestino. Os rins também são influenciados.Hipotireoidismo: o intestino fica mais lento e a pessoa sofre com prisão de ventre. Os rins passam a filtrar os líquidos lentamente e o indivíduo urina menos.Hipertireoidismo: o funcionamento do intestino se acelera, provocando um número maior de evacuações. A pessoa também urina... Leia Mais



Fonte: https://saude.abril.com.br/medicina/t3-e-t4-o-que-fazem-os-hormonios-da-tireoide-em-niveis-normais-ou-alterados/
02
DEZ

Crianças com baixa estatura em relação à idade: o que fazer?

Saiba no que a baixa estatura influencia na vida da criança e como reverter esse quadroSe há uma queixa que o pediatra vive escutando é a de que a criança está mais baixa do que seus colegas de escola. Ansiosos, muitos pais logo indagam se não é caso de tomar hormônio de crescimento, sem saber que, na maioria das vezes, a solução passa ao largo dessa substância.Tamanho é documento, sim. Pelo menos quando se quer ter certeza de que a saúde do filhote vai bem, obrigado. Por isso, ainda que os pais não sejam altos, a baixa estatura em relação à idade merece investigação. É claro que a herança familiar deve ser levada em conta, mas não se pode desprezar outros fatores que atrapalham o desenvolvimento. “Às vezes o problema denuncia uma doença”, comenta o... Leia Mais



Fonte: https://saude.abril.com.br/bem-estar/criancas-com-baixa-estatura-em-relacao-a-idade-o-que-fazer/
27
NOV

Insulina: uma nova geração para controlar ainda melhor o diabetes

Chegam ao Brasil as primeiras canetas que combinam, na mesma aplicação, a insulina a medicações que otimizam as picadas e o controle do diabetesPara um número considerável de diabéticos — uma nação de 12,5 milhões de brasileiros —, a injeção de insulina vira uma companheira inseparável no dia a dia. Isso acontece quando o organismo já não consegue suprir mais o hormônio, o que coloca a saúde em risco. Enquanto esse fenômeno costuma ser súbito no tipo 1, comum em gente jovem e marcado por um processo autoimune, com o passar do tempo ele também pode ocorrer no tipo 2, a versão mais prevalente e associada à idade e ao ganho de peso. É o pâncreas decretando a bancarrota na produção de insulina, molécula que permite à glicose entrar nas células e gerar... Leia Mais



Fonte: https://saude.abril.com.br/medicina/insulina-conheca-as-novas-tecnologias-para-controlar-diabetes/
19
NOV

Crianças estariam expostas a substâncias que bagunçam os hormônios

Novo estudo acusa, no corpo de jovens brasileiros, uma alta concentração de moléculas que afetam o equilíbrio hormonal. Uma causa seria o uso de cosméticosDisruptores endócrinos são substâncias químicas não produzidas pelo organismo e que podem provocar alterações no equilíbrio hormonal de uma pessoa. Pois pesquisadores da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, em colaboração com companheiros norte-americanos, descobriram que crianças brasileiras apresentam altos níveis de algumas dessas moléculas – em especial das comumente encontradas em cosméticos e produtos de cuidado pessoal.No experimento, foram analisadas amostras de urina, coletadas em 2012 e 2013 nas cinco regiões do país, de 300 voluntários entre 6 e 14... Leia Mais



Fonte: https://saude.abril.com.br/familia/criancas-estariam-expostas-a-substancias-que-baguncam-os-hormonios/
12
NOV

Quais os sintomas do diabete?

Apesar de geralmente ser silenciosa, essa doença pode manifestar um ou outro sinal. Conheça-osBom, a gente já sabe que o diabete pode se apoderar do corpo sem que se sinta a sua presença. Não dói, não causa nenhuma reação mais estranha – o melhor mesmo é não bobear e fazer exames periódicos de glicemia para não ser surpreendido. Mas tem, sim, alguns sinais que acendem uma luz amarela de alerta e merecem nossa atenção: boca seca, sede que não passa, vontade de fazer xixi a toda hora e diminuição de peso sem que haja perda de apetite.Essa reação em cadeia tem uma explicação: é o corpo fazendo uma tentativa desesperada de se livrar do excesso de açúcar no sangue. Como? Pela urina. Aliás, é por isso que o diabético, quando não trata seu problema ou nem sabe que... Leia Mais



Fonte: https://saude.abril.com.br/medicina/diabetes-exames-para-controlar-glicose/
05
NOV

Hipotireoidismo: sintomas, diagnóstico, prevenção e tratamento

Saiba o que é esse distúrbio da tireoide pra lá de comum e quais as suas causas. E, claro, como detectar, controlar ou mesmo evitar o problemaO que é o hipotireoidismo? Trata-se, em resumo, da queda na produção dos hormônios da tireoide – a triiodotironina (T3) e a tiroxina (T4). Ele é o distúrbio mais comum dessa glândula, que fica na região do pescoço e lembra uma borboleta.Seu desempenho repercute em todo o organismo, interferindo nos batimentos cardíacos, no ritmo do intestino, no humor e no ciclo menstrual das mulheres. A liberação das substâncias tireoide é orquestrada a partir da hipófise, estrutura que fica lá no cérebro.Embora produzido em menor quantidade, o T3 é o composto que atua pra valer no ritmo do funcionamento de nossos órgãos. O T4, fabricado em... Leia Mais



Fonte: https://saude.abril.com.br/medicina/hipotireoidismo-sintomas-diagnostico-prevencao-e-tratamento/
Doenças Hormonais e Metabolismo
Obesidade - Crescimento - Diabetes
Tireóide - Testes Hormonais
Facebook
Av Rio Branco, 4332 - 87501-130 - Umuarama/PR - (44) 3622-6393