NOTÍCIAS

05
FEV

Como é feito o tratamento com Hormônio do Crescimento (GH)

O tratamento com hormônio do crescimento, também conhecido pela sigla GH, é indicado para meninos e meninas que têm deficiência deste hormônio, o que causa atraso no crescimento. O hormônio do crescimento já está, normalmente, presente naturalmente no organismo das pessoas, sendo produzido no cérebro pela glândula hipófise, localizada na base do crânio, e é essencial para o crescimento da criança, para que esta atinja a estatura habitual de um adulto. Este tratamento é indicado pelo endocrinologista, feito com injeções diárias pelo tempo determinado pelo médico, para que a ação do hormônio restabelecer o crescimento e a capacidade física da criança, até que seu corpo atinja a maturidade óssea.Quando é indicadoO tratamento com hormônio do crescimento é... Leia Mais



Fonte: https://www.tuasaude.com/tratamento-com-hormonio-do-crescimento/
29
JAN

12 produtos do dia a dia que podem desregular seus hormônios

Você pode nunca ter ouvido falar em desreguladores endócrinos, mas com certeza já esteve diante de alguns deles. A ciência está descobrindo que produtos do nosso cotidiano, como esmaltes, televisão e até água encanada, escondem substâncias capazes de alterar o funcionamento do nosso corpo. Os disruptores endócrinos são compostos artificiais ou naturais que interferem na ação dos nossos hormônios e nos expõem a doenças. Hoje, há suspeitas sobre mais de 800 misturas químicas. Leia Mais



Fonte: https://saude.abril.com.br/bem-estar/12-produtos-do-dia-a-dia-que-podem-desregular-seus-ho
23
JAN

Febre amarela ou diabetes: o que é de fato pior?

Existe um ditado em Medicina de autor desconhecido que diz: “O meu problema é sempre pior do que o dos outros”. Portanto, se eu adquiri febre amarela, o pior problema do mundo é a febre amarela. Se eu tenho diabetes, o pior problema do mundo é o diabetes.Mas vamos deixar a individualidade de lado por um momento e pensar na esfera da saúde pública.Nunca vi tantas campanhas (merecidas, diga-se!) em jornais, sites, rádios e TVs alertando sobre os riscos da febre amarela. Nunca vi tanta informação sobre quem precisa se vacinar, os sintomas, as áreas de risco etc.Ah, como eu gostaria que houvesse também uma vacina contra o diabetes! Na verdade, como eu gostaria que houvesse uma... Leia Mais



Fonte: https://saude.abril.com.br/blog/futuro-do-diabete/febre-amarela-ou-diabetes-o-que-e-de-fat
15
JAN

Como chegar em forma na virada do ano 2019

Perder as gordurinhas extras até o ano novo? Veja o que os especialistas indicam para quem deseja terminar 2018 com saúde e em formaComecemos pelo básico: alimentar-se de forma saudável e praticar exercícios. Esses são os caminhos certeiros para emagrecer e manter-se bem. “É preciso diminuir a ingestão de calorias, ter o balanço energético negativo”, lembra a endocrinologista Maria Edna de Melo, presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso). “Na nossa sociedade, a obesidade se instala na fragilidade da nossa biologia”, comenta a médica. Ou seja, ainda nascemos programados para gastar energia na caça ao alimento, mas, na prática, encontramos comida calórica e palatável com grande facilidade.Alimentação“Faça... Leia Mais



Fonte: https://veja.abril.com.br/saude/como-chegar-em-forma-na-virada-do-ano-2019-sim-da-tempo/
08
JAN

Mau funcionamento da tireoide interfere no peso e altura das crianças

Localizada na base do pescoço, essa glândula em forma de borboleta produz hormônios (o T3 e o T4) que atuam por todo o corpo, ajudando a regular funções de órgãos vitais, como coração, cérebro, fígado e rins. Ela influencia tanto o crescimento e o desenvolvimento da criança como os ciclos menstruais, o peso e até o humor. Quais os principais problemas relacionados à glândula?A qualquer idade, a tireoide pode ficar menos ou mais eficiente na produção de hormônios – respectivamente, o hipotireoidismo e o hipertireoidismo. Nas crianças, o mais comum é o hipotireoidismo, e especialmente o congênito (de nascença), que afeta um a cada 4 mil nascimentos. Ele pode ser consequência de ausência de... Leia Mais



Fonte: http://revistacrescer.globo.com/Criancas/Saude/noticia/2017/11/tireoide-conheca-sintomas-e
02
JAN

Lentilha baixa o colesterol e afasta o diabetes

A leguminosa é rica em fibras, proteínas e antioxidantes, um combo poderoso para a saúdeSorte de quem inclui a lentilha no dia a dia e não apenas nas celebrações da passagem de ano. A escolhida como símbolo da fartura na festa de Réveillon ostenta vantagens ao corpo. Embora aqui no Brasil ela não esteja no cotidiano, na Europa e na Ásia — sua terra natal, diga-se — marca presença nas mais variadas preparações, sendo uma das principais fontes proteicas em locais onde o vegetarianismo sobressai, caso da Índia.Também oferece minerais como o ferro, o magnésio e o fósforo, trio que dá um chega pra lá no cansaço. Uma de suas maiores riquezas, no entanto, é mesmo a quantidade de fibras. Leia Mais



Fonte: https://saude.abril.com.br/alimentacao/lentilha-baixa-o-colesterol-e-afasta-o-diabetes/
Doenças Hormonais e Metabolismo
Obesidade - Crescimento - Diabetes
Tireóide - Testes Hormonais
Facebook
Av Rio Branco, 4332 - 87501-130 - Umuarama/PR - (44) 3622-6393